Diminuir o tamanho da letra Aumentar o tamanho da letra Imprimir...

O cigarro é um dos hábitos mais prejudiciais para quem vai fazer cirurgia plástica

Sociedade Brasileira de cirurgia Plástica 30 de novembro de 1999
Divulgação
cigarro é prejudicial para quem vai fazer cirurgia plástica

O cigarro é um dos hábitos mais prejudiciais para quem pretende fazer uma cirurgia plástica. Isso porque ele afeta a microcirculação, o que prejudica a cicatrização e recuperação da pele. Conheça 5 passos para abandonar de vez esse vício:

1. Pense no tabagismo como doença. Isso é importante para ter determinação e derrotar o vício.

2. Procure um médico. Cardiologistas, pneumologistas e psiquiatras são os mais indicados. Só 3% param “na raça”. Com ajuda, as taxas aumentam para 35%.

3. Converse com seu médico. Às vezes, é necessário controlar a abstinência com repositores de nicotina, como chicletes, pastilhas e adesivos; e antidepressivos, caso da bupropiona e da vareniclina.

4. Pare de uma vez. Segundo especialistas, essa é a maneira ideal de parar. Programe algo que goste de fazer para se distrair e relaxar nesta data.

5. Pratique atividades físicas. Elas liberam hormônios cerebrais que provocam estímulos semelhantes aos do cigarro. Outro truque eficaz é beber bastante água para distrair” a mente.